11.02.2018
Com tradição nos Esports, FaZe Clan busca se consolidar agora no R6
Six Invitational será a primeira boa chance de a organização fazer história na modalidade

A nova temporada do Six Invitational vai começar nessa terça-feira (13). E nós, da ESL Brasil, estamos levantando o perfil de todos os quatro representantes tupiniquins que disputarão uma das maiores competições de Tom Clancy’s Rainbow Six Siege, em Montreal, no Canadá.

Desta vez, falaremos da FaZe Clan, organização tradicional em Esports que, após se consolidar nos cenários de Counter-Strike: Global Offensive e Call of Duty, quer fazer história também em R6. E obviamente que o título do mundial seria muito bem-vindo para as ambições da organização.

VEJA TAMBÉM
Carisma, lanches e R6: YeaH! Gaming promete para o Six Invitational
Após um 2017 de glórias, Black Dragons chega pro Six Invitational com fome de título

O investimento não está para brincadeira, já que a FaZe entrará no circuito com a atual line-up campeã brasileira, que defendia a Team Fontt em 2017: Guilherme "gohaN" Alf, Leonardo "Astro" Luis, João "HSnamuringa" Deam, Gabriel "cameram4n" Hespanhol e Rafael "mav" Freitas.

E pressão não é com eles! Essa formação, que tem Leandro “tgk” Portela como coach, está acostumada a sempre ir longe nos torneios que disputa. Em 2017, foram dois títulos: campeã da segunda temporada da Pro League da América Latina e também da segunda temporada do Brasileirão. O título nacional, inclusive, foi em cima da Black Dragons e-Sportsque também está no Invitational.

Para o mundial, algumas organizações foram convidadas por terem se destacado de alguma maneira na temporada passada. Casos da FaZe e também da holandesa Team Liquid, que conta agora com uma line-up totalmente tupiniquim vinda da BRK.

Vida nada fácil no mundial

O projeto da FaZe em se consolidar também no cenário de R6 é nítido. E o título do Six Invitational seria uma boa primeira prova desse objetivo. Por mais que a antiga line-up da Team Fontt tenha tido um 2017 consistente, porém, a missão será bem complicada. Isso porque a chave D conta com adversários que prometem confrontos de tirar o fôlego. 

A organização ENCE eSports é a principal pedra no caminho. Os finlandeses venceram a terceira temporada da Pro League (com vitória na final diante da Black Dragons), além de terem papado diversos títulos na temporada. 

Os japoneses da eiNs também prometem dar muita canseira, já que se trata do melhor time da divisão Ásia-Pacífico. Por fim, a eRa Eternity chega forte após a classificação via qualificatório norte-americano, com triunfo na final em cima da Reckless.

A estreia da FaZe será diante da equipe nipônica eINS, na terça-feira (13), às 20h30 (de Brasília). Será que os brasucas vão dar conta da missão de se consolidar no cenário competitivo de Rainbow Six Siege? A ver!