09.04.2018
Dropshot, ame-o ou deixe-o: qual a opinião dos pro players?
Ubisoft trouxe um nerf na mecânica de tiro, mas ainda está em fase de testes em R6

Por Luiz Queiroga


Tom Clancy’s Rainbow Six Siege é um jogo que sempre recebe modificações que afetam seu in-game, mantendo, assim, um dinamismo já característico do shooter. Uma das principais alterações que veremos em breve será na mecânica mais conhecida como dropshot - que consiste basicamente em seguir atirando enquanto você se agacha.

O polêmico recurso finalmente entrou na mira dos desenvolvedores da Ubisoft e já foi implementado um nerf no Servidor de Testes Técnicos (TTS) - sem previsão, porém, de quando será lançado no jogo ou se realmente será aplicado. Narrador da Pro League e do Brasileirão de R6, André Meligeni até gravou um vídeo para mostrar a novidade.

Eis que a dúvida fica no ar: será que realmente é o fim do dropshot? A ESL BRASIL conversou com alguns pro players para analisar essa possível modificação.

Por que é um assunto polêmico?

Antes de mais nada, primeiro devemos ressaltar todo o debate por trás do dropshot: até que ponto ele é válido em Rainbow Six Siege? Para o comentarista e analista da Ubisoft e da ESL BRASIL, Otávio "Retalha" Ceschi, tal mecânica não casa com a proposta de R6.

“Acho que é uma dinâmica de jogo sobre a qual alguns FPSs podem se beneficiar, no caso fast FPS, como Call of Duty, Warface e Quake. São games que não têm elementos muito táticos, que consistem em correr e atirar. Para esses jogos, combina muito.”

Rainbow Six Siege, porém, tem uma pegada totalmente mais tática e lenta. Por isso, o recurso não deveria existir, na opinião dele. “Cada jogo tem que ter uma análise para ver se tem necessidade ou não.”

Do jeito que está, Dimas “Panico” Junior, da Team oNe, acredita que o dropshot “quebra o jogo”. Nada favorável ao recurso, Jaime "cyb3r" Junior, da BRK e-Sports afirmou que "a retirada do dropshot já era algo que vários pro players queriam", inclusive ele próprio.

Revelação da T1, Ronaldo "ion" Osawa não esconde a revolta. "Acho muito roubado, pois quem dropa, além de ser bugado, tem vantagem na troca."

Suporte da Team Liquid, Paulo “Psk1” Arneiro reforça o squad contrário ao dropshot. Para ele, a Ubisoft não pode deixar a essência do game ser perdida. “Eles querem um jogo competitivo numa pegada mais lenta, mas cada dia que passa estão o deixando mais arcade possível.”

O problema vem antes do dropshot

Matheus “pX” Mesquita, da BRK e-Sports, analisa que é uma questão estrutural. “O jogo tem alguns problemas que fazem o drop ser muito vantajoso.” Opinião que também é compartilhada por outros pro players.

“O dropshot em si não é o problema”, comentou Guilherme “Revo1tz” Constancio, da YeaH! Gaming. “Na minha opinião, ele fica apelão por que o hitbox do jogo é bugado.”

O que é hitbox? Trata-se da área de acerto do tiro, ou seja, o espaço delimitado no qual o player recebe o dano após ser atingido

André “Sensi” Kaneyasu, coach da Team Liquid, pontuou a mesma questão. “A hitbox varia, pois, enquanto na tela do dropshotter já está no chão, quem está atirando nele as vezes ainda está caindo - ou está no chão numa posição diferente (os pés pra frente, conhecido pelos pro players como bug do pezinho). Isso faz com que o pé cubra a hitbox da cabeça, assim tancando tempo o suficiente pra ganhar a trocação.”

Sensi, aliás, defende que o “dropshot é algo que já deveria ter saído há tempos”. “Essa ‘técnica’, como o jogo tem um hitreg quebrado, muitas vezes faz com que o tiro do oponente não seja calculado pelo servidor.”

Mas tem quem não veja o recurso como um problema, até mesmo porque se está no jogo é para ser utilizado. “Então continuaremos usando para tomar vantagem nas trocações close range”, como disse Psk1.

E a discussão sobre a real vantagem vira um verdadeiro debate de mesa redonda, até mesmo porque tem quem defenda e não enxerga o dropshot como sendo precisamente ruim. “Eu não acho que seja algo tão apelão assim. Dá pra ganhar um trocação mesmo com o adversário dando drop”, analisou David “Spawns” Couto, da YeaH! Gaming.

Por outro lado, há quem ache totalmente desnecessário. “Ele estava muito roubado. Todo mundo estava usando - e dropshot não requer ter skill ou mira dentro do jogo, por isso foi muito bom retirarem isso”, avaliou José “Bullet” Souza, da Team Liquid.

Mas, afinal, a mudança foi efetiva?

As reclamações da comunidade fizeram com que a Ubisoft lidasse com o dropshot. O nerf, porém, não foi visto com bons olhos por alguns pro players. “Acredito que não vai mudar muita coisa não”, respondeu Panico. “O nerf aplicado foi muito pequeno.”

Retalha explica. “Acabar com o dropshot funcionaria assim: você impede que o jogador possa atirar no momento em que ele está fazendo a animação entre estar em pé e deitar. Do jeito que está, o jogador continua atirando - ele só não vai mirar com o ADS, ele ainda pode atirar com a mira aberta.”

Com isso, o recurso tenderá a ser utilizado ainda mesmo com o nerf. “Desse jeito, de perto pode ser ainda muito efetivo. De longe, nem tanto.”

Revo1tz entende que seja uma “solução de emergência” e reforça a necessidade de melhorar o hitbox. “Aí o drop seria só mais uma opção do jogo.”

Sem muito entusiasmo, Sensi admite que esperava mais da modificação. “Tirar o ADS ao deitar na minha visão não é um bom nerf, pois você continua com a possibilidade de cair atirando. O que deveria acontecer é a mira dar uma tremida ou não conseguir atirar mesmo durante a ação de deitar.”

Capitão da BootKamp, Henrique “sSeiiya” Sanchez deu uma sugestão tendo com referência outro game. “Battlefield 4 que, enquanto você está deitando, não é possível atirar.”

Para outros jogadores, o nerf foi muito importante, como nas palavras de Bullet. “Eu curti muito o que a Ubisoft fez nos servidores de testes e tenho certeza que irá entrar no jogo oficialmente.” Tal mudança só trará benefícios para R6 na visão dele. “Agora, o jogo está ficando cada vez melhor e mais competitivo.”

Também favorável ao nerf, Gabriel “gCR” Teixeira fez uma sugestão. “Eu gostei, mas acho que podiam melhorar um pouco mais. Exemplo: quando o player fica andando deitado, deveria ir tirando o ADS enquanto está em movimento.”

Daniel “Novys” Novy, capitão da BRK e-Sports, não escondeu a satisfação. “Gostei sim como eles resolveram as reclamações sobre o drop. Já vi esse mesmo modo implementado em outros jogos e acredito sim que ele venha realmente para o jogo oficial.”

Polêmicas à parte, o importante é que a voz da comunidade foi ouvida e algo foi feito. “Gostei porque eles (Ubisoft) tomaram uma atitude. Se está no TTS, acredito que a mudança já possa vir no lançamento do patch de meia temporada”, ressaltou Retalha.

Como o próprio analista comentou, agora é esperar pra ver. “É um começo, não sei se melhor ou não, mas já é alguma coisa.” 

 

Luiz Queiroga é jornalista da ESL BRASIL. Siga-o no Twitter!