21.03.2018
Todos os olhares voltados para Psk1 na Team Liquid
Pro player tem a sombra de yuuK, mas dá provas que pode ser efetivado

Por Luiz Queiroga


O desempenho frustrante da Team Liquid no Six Invitational ligou o alerta: algo precisava mudar. Até mesmo pelo alto investimento da organização holandesa na line-up totalmente tupiniquim, que tem como principal astro ninguém menos que Léo “ziG” Duarte, a pressão por resultados é grande. Pelo menos por parte da comunidade e dos próprios jogadores.

E as mudanças vieram, sendo que a mais significativa foi a saída de Lucas “yuuK” Rodrigues. A dispensa quebrou a internet. Os especialistas de plantão não perderam tempo: houve quem defendeu a decisão e também os que atacaram; outros preferiram focar as críticas em outros jogadores (leia-se ziGueira); o problema mesmo é o psicológico fraco dos brasileiros...

Em meio a tantos diagnósticos, porém, a Liquid deixou pra lavar a roupa suja internamente. Os problemas foram verificados, como a comunicação falha vista no mundial, a função dos pro players foi novamente discutida. E de novidade mesmo, a organização confirmou a entrada de Paulo “Psk1” Lourenço no time titular.

 

Os holofotes na Liquid sempre estiveram voltados pra ziG. Agora, os olhares estão pra Psk1 (Fonte: canal do ziGueira)

O reforço já havia sido contratado para a disputa do Six Invitational, mas como reserva. Para a reposição de yuuK, a organização ainda estuda qual estratégia tomar - e a efetivação de Psk1 é uma das possibilidades, como revelou o coach André “Sensi” Kaneyasu. “Acreditamos no potencial desse jogador e é muito possível que ele tenha chances de se tornar o quinto jogador que estamos procurando.”

Por mais que haja a sombra de yuuK, Psk1 apontou qual é o real desafio agora como titular da Liquid. “Eu não sou intermediário. Faço suporte. A função do yuuK ficou para o ziG. Meu problema está sendo pegar ritmo de jogo, mas isso está sendo corrigido com os treinos”, comentou em entrevista exclusiva à ESL BRASIL.

E tranquilidade para ele entrar em sintonia com o resto da equipe terá de sobra. “Nossos torcedores devem entender que houve uma troca de jogador, e que talvez demore um pouco para que tudo se encaixe”, projetou Sensi.

O entry fragger André “nesk” Oliveira também vê que o fundamental é “trabalhar apenas o entrosamento dele ao nosso estilo de jogo”. “Acredito que com uma preparação correta conseguiremos alcançar a evolução que tanto precisamos.”

Psk1 tem recebido total apoio dos companheiros de time. Agora é convencer os torcedores. “Grande parte da comunidade com certeza não gostou da minha adição porque eu estava parado e fora do competitivo. E é isso que faz eu treinar e me dedicar todos os dias.”

Trajetória

Se hoje a realidade de Psk1 é disputar títulos por uma organização de ponta ao lado de atletas do mais alto escalão, como ziG e Bullet1, tudo começou com aquelas jogatinas casuais de Tom Clancy’s Rainbow Six Siege. Essas raízes não foram esquecidas. “Até hoje jogo.”

Acontece que em meio a essas partidas, Paulo chamou a atenção de Lucca “MKing” Coser, hoje jogador da BootKamp. “Fiz testes e consegui entrar para o time dele, a Assault Team - que logo se tornou BRK.”

Procurado pela reportagem, MKing falou mais sobre como encontrou a joia bruta. "Simplesmente ele se destacou de uma forma incomum. Puxei o mesmo para algumas jogatinas e vi um potencial competitivo e a paixão em competir", relembrou.

Procurado pela reportagem, MKing falou mais sobre a sorte de ter achado a joia bruta:

"Simplesmente o Psk1 se destacou de uma forma incomum. Puxei o mesmo para algumas jogatinas e vi um potencial competitivo e a paixão em competir. É uma pessoa maravilhosa e humilde. Chamou atenção de todos não sendo somente bom, mas sendo a pessoa que é. Fico feliz que esteja dando tudo certo para ele. Querendo ou não, considero ele um velho amigo e um ex-companheiro de equipe importante. Aprecio muito alguém que se esforça para alcançar seus objetivos, claramente ele se tornou uma pessoa que admiro. Tenho total confiança que ele vai conseguir ser efetivado como o quinto player da Team Liquid."

Em dezembro de 2016, Psk1 passou a defender a paiN Gaming, time pelo qual permaneceu por duas temporadas (S1 e S3). Na S3, foi um momento delicado para a equipe, já que a paiN ficou em último da sua chave na Pro League latino-americana daquele Ano 2. Na Relegation, porém, o Top-2 veio e a permanência na elite foi garantida.

Top-2 no Relegation foi momento de redenção para Psk1 e seus colegas de time

A chegada à Team Liquid se deu em janeiro deste ano. “Fui chamado para ser assistent coach e sexto player”, explicou. Mas a saída de yuuK fez com que os planos ganhassem nova forma. “Eu precisei preencher essa vaga até eles conseguirem um quinto player para a Season 2 caso eu não consiga encaixar no estilo do jogo da line-up.”

A pressão virou tranquilidade

O primeiro compromisso de Psk1 como titular da Team Liquid veio no Brasileirão de Rainbow Six Siege, diante da Team oNe, no último domingo (18). Além da vitória tranquila por 6 a 3, Paulo foi surpreendido ao ser eleito MVP da partida.

Se a pontaria estava afiada, a humildade também se mostrou calibrada. “Eu gostei muito e fiquei assustado quando me falaram, mas eu realmente daria o MVP para o nesk. O que ele fez naquele jogo foi absurdo.”

Psk1 foi o MVP da partida entre Team Liquid e T1 (Foto: reprodução)

Como já mostrou seu cartão de visitas na estreia, Paulo está bem mais tranquilo para a disputa da Pro League. “Estamos treinando normalmente seguindo nossa rotina, agora que joguei a BR6 a pressão e ansiedade de estreia já passou.”

E para o confronto diante da BRK e-Sports, na noite desta quarta-feira, Psk1 antecipou qual será a estratégia adotada para melhorar o team play da Liquid. “Jogarei mais focado na minha função de suporte e ajudar meu time nas callouts e dronagem. Kill é consequência.”

Psk1 já provou ter bala para ser efetivado na line-up do time. Será que veremos o suporte se sobressair na Pro League para alcançar esse objetivo? Façam suas apostas.

 

Luiz Queiroga é jornalista da ESL BRASIL. Siga-o no Twitter!